Regulamento Parque Aquático

REGULAMENTO DO PARQUE AQUÁTICO

Artigo 1°
O proprietário do Parque Aquático do Naturwaterpark, de ora em diante designado Parque Aquático, é o Naturwaterpark, Parque de Diversões do Douro, Lda., de ora em diante designado Naturwaterpark, e o objecto do presente Regulamento é o de fixar os direitos e obrigações dos utentes do Parque Aquático relativamente à sua utilização.

Artigo 2°
Como proprietário do Parque Aquático, o Naturwaterpark é o único responsável pela sua gestão e exploração que desenvolverá através de um Director e serviços próprios, cabendo-lhe nomeadamente:

a) Zelar pela manutenção do recinto do Parque Aquático;
b) Recrutar e gerir o pessoal necessário ao serviço;
c) Cumprir os Regulamentos e a legislação em vigor para a actividade.

Artigo 3°
O Parque Aquático possui livro de reclamações, que será facultado a quem o solicite.

Artigo 4°
Os utentes do Parque Aquático podem utilizá-lo no estrito cumprimento do presente Regulamento.

Artigo 5 °
Condições de utilização:
a) Os utentes terão entrada no Parque Aquático mediante o pagamento de um bilhete, cujo valor consta no preçário.
b) Todos os serviços prestados no interior do Parque Aquático, nomeadamente no Bar, Self-Service, etc, serão pagos e os seus preços constam de tabelas afixadas no local em lugar visível.

Artigo 6°
Tendo presente a necessidade imperiosa de manter elevados níveis de segurança, os utentes quando utilizam os escorregas, devem respeitar escrupulosamente as regras de utilização afixadas em placares, em vários locais do Parque Aquático e junto às plataformas de saída, e as recomendações dos vigilantes.

Artigo 7°
a) Não é autorizada a entrada no Parque Aquático de menores de 12 anos que não se façam acompanhar por pessoa de maior idade que se responsabilize pela sua vigilância e comportamento.
b) É proibido o acesso às pessoas que, pelo seu estado, possam perturbar a ordem ou tranquilidade públicas.
c) É interdito o acesso a pessoas portadoras de objectos de vidro, armas ou objectos que possam ser utilizados como tal.
d) É interdito o acesso a animais no recinto.
e) É proibido comer, beber ou fumar nas zonas de actividades aquáticas.
f) É proibido o acesso ao recinto com guarda-sóis, bóias, bolas, tendas e cadeiras.
g) É proibido correr, empurrar e mergulhar.

Artigo 8°
São posições regulamentares para escorregar:
a) No lançamento e durante o percurso, a posição correcta é a seguinte: os pés primeiro, sentado, e com as mãos sempre do lado de dentro dos escorregas;
b) Não é permitido fazer ”cavalinhos” ou “comboios”;
c) Não é permitido usar jóias, anéis, fios, óculos, ou quaisquer objectos que possam causar danos nas superfícies de deslizamento ou aos restantes utentes;
d) Não é permitido usar roupas com pítons ou botões metálicos;
e) Não é permitido correr ou empurrar;
f) É proibido mergulhar nas piscinas ou à saída dos escorregas;
g) É proibido o lançamento de pé ou de forma diferente da indicada para cada equipamento, como consta do placar afixado junto à plataforma de saída;
h) É proibida a paragem em qualquer ponto das pistas e a formação de cadeias ou uniões com outros utentes;
i) É proibida a utilização das pistas a partir de qualquer ponto intermédio que não seja a plataforma de lançamento;
j) É proibida a permanência nos tanques de recepção após a queda nos mesmos.
l) Os Escorregas encerram 10 minutos antes do fecho do parque.

Artigo 9°
Recomendações para uma correcta utilização dos escorregas:
a) Nunca ponha as mãos fora dos escorregas;
b) Não utilize os escorregas sob o efeito de álcool ou de drogas;
c) Não utilize os escorregas se estiver grávida, sofrer de inaptidões físicas, psíquicas ou cardíacas;
d) Abandone a área de chegada rapidamente.

Artigo 10°
Recomendações para uma correcta utilização das piscinas:
É proibido quaisquer brincadeiras nas piscinas, tais como:
a) Empurrar ou carregar outra pessoa para atirá-la na água;
b) Simular luta ou qualquer outra situação que implique agarramento;
c) Fingir afogamentos;
d) Praticar quaisquer actividades desportivas como voleibol, etc… à excepção daquelas comandadas e coordenadas por profissionais do Parque Aquático.
e) Usar bóias de grande porte e colchões de água.

Artigo 11°
a) Em caso de má conduta será vedada aos utentes a utilização dos escorregas, a admissão e não lhes será restituído o valor do ingresso pago.
b) Qualquer pessoa que não respeitar o regulamento será convidada a sair do Parque Aquático para a tranquilidade dos demais e não lhes será restituído o valor do ingresso pago.
c) Em caso de alteração das condições atmosféricas, ou outras situações imprevisíveis, não será restituído o valor pago.
d) Não são aceites quaisquer tipos de reservas de entradas ou aluguer de serviços.
e) A Naturwaterpark não se responsabiliza por pertences deixados espalhados ao acaso pelo Parque Aquático, o ideal é guardar os seus pertences no seu carro sem estar à vista.
f) Qualquer dano causado às instalações do Parque Aquático ou a terceiros mesmo involuntariamente deverá ser pago no acto.

A Direcção